Qual é o futuro do transporte rodoviário de cargas no Brasil?

Por Urano Logística - 24/12/2021

Tendências e oportunidades antecipam o panorama que podemos encontrar no transporte rodoviário de cargas futuramente

 

O transporte rodoviário ainda é o mais utilizado no Brasil e não há qualquer previsão de mudança, pois não existem investimentos suficientemente fortes em nenhum outro modal de transporte no país e nem há iniciativas para que isso aconteça tão em breve.

 

A movimentação de cargas vai continuar existindo e crescendo pelos próximos anos, apesar da pouca infraestrutura nas rodovias, das altas despesas com pedágios e impostos e do aumento constante no preço dos combustíveis.

 

Vale destacar que o país possui mais de 1.700.000 quilômetros de estradas e que a frota nacional é formada por cerca de 3 milhões de caminhões. Tudo isso significa que o transporte rodoviário de cargas tem um longo caminho pela frente. 

 

Também é importante lembrar que, mesmo com a pandemia e todas as dificuldades que vieram com ela, a logística desse setor se mostrou maior do que os problemas enfrentados e deixou clara a sua relevância, muitas vezes esquecida pela maioria das pessoas. 

 

Dessa forma, as expectativas para o transporte rodoviário de cargas tornam-se mais positivas. Apesar de enfrentar muitos desafios em seu cenário (inserir link interno para matéria sobre o cenário atual do transporte), o mercado tem boas chances de crescimento à frente. Melhores oportunidades devem surgir graças à adoção de novas ferramentas para otimizar toda a cadeia de entregas. Confira algumas delas a seguir: 

 

Visão 360º do negócio

Ferramentas tecnológicas facilitam a integração dos diferentes departamentos nas empresas de transporte de cargas. O uso da tecnologia permite uma visão 360º de todas as áreas do negócio, ajudando a identificar pontos que podem ser melhorados. Assim, a empresa consegue otimizar as suas operações como um todo e passa a tomar decisões mais assertivas. 

 

Processos automatizados

A automatização ajuda a reduzir o tempo perdido com trabalhos manuais. Dessa forma, as empresas conseguem direcionar esse ganho para ações mais estratégicas, como o fortalecimento da relação com clientes e fornecedores. 

 

Inteligência Artificial

Diversas vertentes estão sendo modernizadas na cadeia de transporte de cargas. Isso é possível a partir do uso de tecnologias como Inteligência Artificial e Machine Learning (método de análise de dados que automatiza a construção de modelos analíticos). Essas soluções otimizam a gestão de entregas, os custos de frete e identificam antecipadamente fatores que podem impactar nas entregas e, até mesmo, aumentam a vida útil dos veículos. 

 

Identificadores por radiofrequência

Trata-se de uma tecnologia que desenvolve chips para serem fixados aos produtos e, dessa maneira, permite que cada mercadoria seja localizada e monitorada em qualquer lugar, mesmo estando em movimento.

 

Sistema de gestão de transportes 

Existem softwares para otimizar a atividade de transporte como um todo, permitindo planejamento de rotas, gestão de fluxo de informações, cálculo de frete e várias outras funcionalidades.

 

Mapas inteligentes

Sistemas de roteirização são uma importante tecnologia no transporte de cargas, pois possibilitam que gestores planejem rotas de acordo com a distância, prazos, volume de entregas e outros critérios essenciais para o negócio.

 

Monitoramento de carga via mobile

Aplicativos para celulares que viabilizam o acompanhamento de um veículo e de uma entrega, em tempo real, fornecem informações sobre o status da remessa tanto para o gestor quanto para o cliente.

 

Governo Federal mostra futuro da infraestrutura de transportes no país

O Plano Nacional de Logística (PNL) é um dos principais instrumentos de que o poder público dispõe para planejar, no longo prazo, a infraestrutura de transportes brasileira. O PNL identifica e propõe, com base no diagnóstico atual, soluções que contribuam para o desenvolvimento brasileiro. O objetivo é indicar empreendimentos que propiciem a redução dos custos, melhorem o nível de serviço para os usuários, busquem o equilíbrio da matriz, aumentem a eficiência dos modos utilizados para a movimentação das cargas e diminuam a emissão de poluentes.

 

O PNL é desenvolvido pela Empresa de Planejamento e Logística (EPL), de acordo com suas atribuições legais. Neste papel, a EPL busca integrar os planejamentos setoriais brasileiros, de forma a promover o desenvolvimento regional e nacional, além de garantir a infraestrutura necessária para o escoamento de produção e deslocamento da população por todo o território brasileiro.

 

O Plano Nacional de Logística 2035, edição mais recente desse projeto, foi desenvolvido com uma metodologia inovadora e totalmente intermodal, abrangendo o transporte de cargas e de pessoas em nível nacional. Esse plano traça uma visão estratégica da rede de transporte no futuro, e avalia o quanto ela está próxima dos objetivos da Política Nacional de Transportes, por meio de um sistema de indicadores. Nessa análise, são identificadas necessidades que devem ser trabalhadas nos planos setoriais de transporte (terrestre, portuário, hidroviário e aeroviário nacional) e oportunidades para o desenvolvimento de projetos, ações e iniciativas.

 

O PNL 2035 também é uma ferramenta para a priorização dos empreendimentos e intervenções na infraestrutura de transportes em andamento ou em estudos, e proporciona o estabelecimento de um processo de planejamento contínuo para o Governo Federal, Governos Estaduais, e entidades privadas parceiras.

 

A parceria do Governo Federal com o setor privado tem sido fundamental na ampliação de capacidade de corredores importantes para o escoamento da produção nacional. Um exemplo claro disso é a rodovia Dutra, que liga São Paulo e Rio de Janeiro, e que terá quase 600 quilômetros de pistas quadruplicadas com o que será investido nos próximos anos. Outras cinco concessões rodoviárias já foram realizadas desde 2019, e mais de 21,4 mil quilômetros de rodovias ainda estão programados depara serem repassados à iniciativa privada.

 

Se você quer saber todos os detalhes sobre o futuro do transporte no Brasil, clique aqui para conferir o PNL 2035.

 

A UranoLog está sempre de olho nas perspectivas sobre o futuro do transporte rodoviário de cargas, para oferecer o melhor serviço aos seus clientes. Então, se você precisa de uma transportadora com eficiência, peça um orçamento clicando aqui.

Por Urano Logística - 24/12/2021

Comente


Fique tranquilo, seu endereço de e-mail não será publicado.